quarta-feira, 25 de abril de 2018

Homem pede ajuda a pastores para “eliminar espírito” e acaba agredido por seguranças em Fortaleza

Um homem denuncia que foi espancado dentro de uma igreja evangélica de Fortaleza, após pedir ajuda para “eliminar espírito”. Com problemas mentais, ele entrou no local e foi repreendido pelos pastores e seguranças, no bairro João XXIII. A polícia levou o homem para o 10º Distrito Policial, mas lá a situação foi esclarecida.
Procurando ajuda, o rapaz de 28 anos conta que foi recebido por dois pastores. Ele entrou no local gritando. No entanto, os pastores teriam dado ordem para que os seguranças batessem no rapaz, que também teve as mãos colocadas para trás e amarradas, assim como os pés.
“Ele foi à igreja pedir ajuda. Ele tava sentindo com um espírito dentro dele. Aí foi pedir ajuda. Só que os pastores não querem ficar por baixo. Imobilizaram e agrediram ele. Ele tava se sentindo muito mal. Só conversava com Jesus. Os seguranças chegaram dando na cara, logo falando na cara dele. Ele está todo dolorido, cheio de marcas pelo corpo. Ele não é bom da cabeça”, relatou a companheira do homem, em entrevista ao programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.
Várias testemunhas presenciaram as agressões, afirma o advogado do homem. Ele foi algemado e encaminhado para o exame de corpo de delito, ainda como criminoso, e autuado por dano ao patrimônio. No entanto, ao chegar ao 10º DP, a polícia solicitou a presença dos pastores, mas ninguém compareceu.
“Não se pode banalizar, dizer que são as igrejas. Foi uma situação isolada de pessoas que não estão preparadas para atender o público. O público que procura a igreja é aquela pessoa doente espiritualmente e, às vezes, fisicamente. A prisão, a algema, era totalmente desproporcional ao tipo de crime que estava sendo imputado a ele”, criticou Alexandre Sales, advogado do rapaz.
Com o resultado do exame de corpo de delito, comprovou-se as diversas agressões sofridas. Um Boletim de Ocorrência foi feito e, segundo o advogado, a família vai ingressar com medidas criminais e cíveis contra os envolvidos na agressão e contra a instituição.
“A gente não espera que isso aconteça dentro de uma igreja, seja ela de qualquer credo. A igreja é um lugar de paz, onde as pessoas procuram a Deus. E infelizmente nessa situação específica, tenho certeza absoluta que Deus passou muito longe”, concluiu o advogado. O programa Barra Pesada não conseguiu contato com os responsáveis pela igreja até a veiculação desta reportagem.
*** Informações com Tribuna do Ceará
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores