segunda-feira, 23 de abril de 2018

Em vídeo transmitido ao vivo, homem aparece agredindo e tentando matar namorada; assista o vídeo

Um homem foi preso depois de espancar sua namorada e ameaçar matá-la enquanto transmitia o abuso ao vivo no Facebook. O suspeito foi identificado como Chaichana Sirichart, de 25 anos. A vítima é Kuldara Yeesaman, de 24 anos. A mulher foi agredida em seu quarto, antes de ter um vídeo transmitido com ela coberta de sangue e com os olhos inchados e chorando. O empresário foi ouvido várias vezes insultando-a, enquanto a acusava de ter um caso com outro homem e dizendo que iria matá-la.
O rapaz repetidamente pergunta a ela "quem é seu namorado secreto" e depois a acusa de roubar dinheiro de seu negócio. A polícia disse que ele repetidamente a socou e a atacou com uma vassoura e um secador de cabelo.
O vídeo foi visto milhões de vezes depois de ser publicado em sua página de negócios financeiros, que tem mais de 14 mil seguidores. Também foi compartilhado e republicado em outras páginas de mídia social.
A polícia foi alertada sobre as imagens pouco depois de divulgadas. O crime aconteceu no 13º andar do apartamento do acusado, no distrito de Bueng Kum, em Bangcoc, Tailândia, onde houve um impasse de duas horas enquanto as equipes de resgate negociavam com ele. Oficiais eventualmente entraram no quarto e prenderam o homem, enquanto a vítima foi levado às pressas para o hospital. Ela havia sofrido cortes graves e contusões no rosto, corpo e mãos, além de suspeitas de fraturas.
Mais tarde, descobriu-se que Chaichana, que dirigia a empresa Global FX Investment, estava sendo perseguido por clientes irritados depois de prometer retornos financeiros maciços para um curso de comércio de câmbio de 15 mil baht (cerca de R$ 1.500).
Ele também tem um canal no YouTube com 10 mil seguidores, embora a filmagem não tenha sido publicada lá. O homem culpou o estresse do comércio financeiro e as crescentes dívidas e consumo de bebida e drogas.
O general de polícia, Wirachai Songmatta, diretor-geral do Departamento Nacional de Polícia, disse que o suspeito havia sido interrogado na noite do crime por volta das 23 horas. "O suspeito está sob custódia e as investigações preliminares já começaram. A polícia não pode interrogar Sirichart porque a substância em seu corpo contém anfetamina e ele ainda está sob a influência de drogas. Ele estava chorando e estamos esperando que os efeitos da droga diminuam antes de entrevistá-lo novamente”, disse o general.
A vítima foi levada ao Hospital Nopparat Rajathanee, onde médicos avaliam seus ferimentos para informar a polícia sobre a extensão do abuso, o que afetará as acusações contra o suspeito.
***** Informações com: Blastingnews
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918. Nosso site e nossa empresa não tem conotação política partidária com nenhum Grupo Político.
Vídeo:

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores