quarta-feira, 11 de abril de 2018

Delegados não querem Lula na sede da PF por 'transtornos e riscos à população'

Delegados de Polícia Federal (PF) não querem Lula preso no prédio-sede da corporação em Curitiba. Por meio de ofício ao superintendente regional da PF no Paraná, delegado Maurício Valeixo, o sindicato da classe no Estado alega que a permanência de Lula no local provoca "transtornos e riscos à população e aos funcionários".
Eles pedem a transferência imediata do petista para "outro local" sob o argumento de que a PF não é "sob nenhum aspecto" lugar apropriado para cumprimento de sentença penal condenatória.
O ex-presidente ocupa uma sala especial no último andar da PF desde sábado, 7, por ordem do juiz federal Sérgio Moro, que condenou o petista a 12 anos e um mês de reclusão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do famoso triplex do Guarujá (SP).
Desde a chegada de Lula, Curitiba virou foco de protestos a seu favor e contra. Grupos entraram em conflito e os policiais usaram bombas e balas de borracha para dispersar manifestantes ainda no sábado à noite, deixando pelo menos oito feridos.
"São realizados, além da rotina policial, atendimentos ao público, dentre eles, emissão de passaportes e questões relacionadas a produtos químicos, segurança privada, armas e emissão de certidões de antecedentes criminais da Polícia Federal", argumenta o Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado do Paraná. Assim, diariamente, centenas de pessoas que frequentam estas instalações (da PF) precisam, por razões diversas e relevantes, de segurança e agilidade no atendimento."
A entidade pondera que "há comprovados riscos à população que reside no entorno do prédio da PF, aos policiais federais e demais integrantes do sistema de segurança pública que moram nas imediações da Sede da Polícia Federal, ao passo que alguns invasores, que já se instalaram com barracas e determinada estrutura, já estão promovendo ações no sentido de intimidar estas pessoas".
O sindicato ressalta que policiais temem pela segurança de suas famílias. "Outros policiais federais e moradores estão informando, extraoficialmente, que temem pela segurança de suas famílias em face das ameaças e presença de tais manifestantes."
*** Informações com Jornal do Brasil
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores