sexta-feira, 27 de abril de 2018

Associação dos Delegados reage contra Ministério Público após delegado ser encontrado baleado. Assista ao vídeo

O presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol), Milton Castelo, afirmou em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 26, que reagirá contra o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). No entedimento do presidente, o delegado afastado Romério Moreira de Almeida, que foi encontrado baleado nesta manhã, é vítima de processo investigativo precipitado, uma vez que as informações sobre o caso ainda não eram consistentes mas, mesmo assim, foram divulgadas. Castelo ainda usou o termo espetacularização para classificar a investigação.
O presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Francisco Lucas, também presente, afirmou que as investigações, da forma que vêm sendo conduzidas pelo MPCE, podem "jogar reputações na lama". 
Conforme O POVO apurou, a hipótese considerada mais provável é que o próprio delegado tenha sido autor dos disparos. Indagado pela reportagem sobre se haveria alguma motivação dos disparos além da denúncia na véspera, o advogado de Romério de Almeida, Leandro Vasques, respondeu que seu cliente não tinha nenhum problema relacionado a saúde mental, a exemplo de depressão.
VEJA TAMBÉM:
# Delegado, Romério Almeida investigado por corrupção no 34º DP é encontrado baleado em sua residência nesta quinta (26), em Fortaleza.
# Traficante pagou R$ 3 mil para liberar carro, delegado foi afastado suspeito de envolvimento.
# Delegado é afastado do cargo após operação contra corrupção do MPCE. Assista aos vídeos
Romério, diz Vasques, estava angustiado com o modo como a investigação vinham sendo guiadas. Na operação, foram apreendidos quatro celulares, sendo dois do delegado, um do advogado criminalista Hélio Nogueira Bernardino e o quarto de seu representado, o detento Anderson Rodrigues da Costa, acusado de tráfico, condenado por roubo e membro da facção Primeiro Comando da Capital (PCC).   
Sobre o estado do delegado Moreira, Castelo diz não ter informações atualizadas. Informou, entretanto, que esteve no Instituto Doutor José Frota (IJF) pela manhã e o viu consciente. Os tiros, de arma Beretta calíbre 3.65, foram disparados contra o ouvido, tendo o projétil atravessado o rosto e se alojado no processo mastoide, proeminência localizada abaixo da têmpora, conforme já adiantado pelo O POVO Online, e no hemitórax, dois dedos acima do mamilo, segundo Castelo.
Ele não soube responder se o delegado Moreira estava acompanhado ou sozinho no momento do ocorrido. 
*** Informações com O Povo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket