sexta-feira, 27 de abril de 2018

Associação dos Delegados reage contra Ministério Público após delegado ser encontrado baleado. Assista ao vídeo

O presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol), Milton Castelo, afirmou em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 26, que reagirá contra o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). No entedimento do presidente, o delegado afastado Romério Moreira de Almeida, que foi encontrado baleado nesta manhã, é vítima de processo investigativo precipitado, uma vez que as informações sobre o caso ainda não eram consistentes mas, mesmo assim, foram divulgadas. Castelo ainda usou o termo espetacularização para classificar a investigação.
O presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Francisco Lucas, também presente, afirmou que as investigações, da forma que vêm sendo conduzidas pelo MPCE, podem "jogar reputações na lama". 
Conforme O POVO apurou, a hipótese considerada mais provável é que o próprio delegado tenha sido autor dos disparos. Indagado pela reportagem sobre se haveria alguma motivação dos disparos além da denúncia na véspera, o advogado de Romério de Almeida, Leandro Vasques, respondeu que seu cliente não tinha nenhum problema relacionado a saúde mental, a exemplo de depressão.
VEJA TAMBÉM:
# Delegado, Romério Almeida investigado por corrupção no 34º DP é encontrado baleado em sua residência nesta quinta (26), em Fortaleza.
# Traficante pagou R$ 3 mil para liberar carro, delegado foi afastado suspeito de envolvimento.
# Delegado é afastado do cargo após operação contra corrupção do MPCE. Assista aos vídeos
Romério, diz Vasques, estava angustiado com o modo como a investigação vinham sendo guiadas. Na operação, foram apreendidos quatro celulares, sendo dois do delegado, um do advogado criminalista Hélio Nogueira Bernardino e o quarto de seu representado, o detento Anderson Rodrigues da Costa, acusado de tráfico, condenado por roubo e membro da facção Primeiro Comando da Capital (PCC).   
Sobre o estado do delegado Moreira, Castelo diz não ter informações atualizadas. Informou, entretanto, que esteve no Instituto Doutor José Frota (IJF) pela manhã e o viu consciente. Os tiros, de arma Beretta calíbre 3.65, foram disparados contra o ouvido, tendo o projétil atravessado o rosto e se alojado no processo mastoide, proeminência localizada abaixo da têmpora, conforme já adiantado pelo O POVO Online, e no hemitórax, dois dedos acima do mamilo, segundo Castelo.
Ele não soube responder se o delegado Moreira estava acompanhado ou sozinho no momento do ocorrido. 
*** Informações com O Povo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711 (TIM). Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918 (TIM) e (88) 9.9292-5553 (CLARO).

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores