sexta-feira, 23 de março de 2018

Criminosos tentam incendiar prédio dos Correios em Fortaleza e deixam mensagens terroristas

Criminosos tentaram invadir um prédio dos Correios, no bairro Antônio Bezerra. Sem sucesso, eles deixaram cartas espalhada pela rua Góis Monteiro em que fazem ameaças terroristas ao Governo do Estado. O caso ocorreu por volta de 23h30min desta quinta-feira, 22. 
Conforme informações repassadas pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os suspeitos estavam em um automóvel, e recebiam apoio de comparsa em motocicleta. Sem conseguir entrar no local, o grupo derramou gasolina na tentativa de incendiar a agência, mas também não tiveram êxito. A Polícia Federal investiga o caso.
Carta As mensagens de apologia ao crime ficaram na rua de acesso ao prédio e em calçadas do entorno. "Se o senhor colocar bloqueador nos presídios, simplesmente iremos fazer o caos completo aqui no Estado. Você não conseguirá se reeleger, não terá mais credibilidade do povo", dizem as ameaças direcionadas ao governador Camilo Santana (PT). 
Em abril de 2016, um veículo com 13 quilos de explosivo foi encontrado estacionado ao lado da Assembleia Legislativa (AL). À época, os deputados haviam votado projeto que desagradou facções criminosas que dominam o sistema carcerário cearense. Eles decidiram pelo uso de bloqueadores de sinais de celular nas unidades prisionais do Ceará. A mesma decisão foi tomada por parlamentares em outros estados. 
Em agosto do mesmo ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que as leis estaduais para bloquear sinal de celular são inconstitucionais. As normas foram questionadas por operadoras de telefonia, que eram obrigadas a arcar com os custos dos equipamentos. Desde então, o governador Camilo Santana (PT) passou a defender a instalação dos bloqueios nacionalmente, mas ressaltando que, ao menos no Estado, era impedido pela Suprema Corte.
AlvosConforme a carta deixada nesta quinta-feira, 22, as ameaças seriam direcionadas à AL, à sede do Governo do Estado, bancos e lotéricas, postos de combustíveis, refinarias, antenas de telefonia, rádios e televisão, portos, aeroportos e redes de transmissão de energia elétrica. "Entre outras coisas mais profundas", dizem os autores do texto. 
A carta segue afirmando que o Estado irá mergulhar no caos e na recessão profunda. "Vamos começar a mexer com a política, onde vocês não terão mais o direito de colocar nenhum cartaz, showmício e campanhas onde estiver o tráfico de drogas, influenciaremos nas eleições todas as vezes agora. Só candidatos que olham pelo povo entrarão nesses locais para fazer campanha. Os outros podem ir com a polícia colocar seus cartazes. Ao saírem, iremos tirar. Se mandarem distribuir panfletos, iremos atirar", garante a carta. 
Ameaças a EunícioHá ameaças também ao senador Eunício Oliveira (MDB), presidente do Senado. "Ao senador (...), vamos bloquear sua campanha e de outros aqui no Estado, caso venha nos atingir. Isso não é um aviso qualquer, se desacreditar, só fazer", continua.
É a segunda vez em menos de um mês que o emedebista foi ameaçado. Ele é autor do projeto que tramita no Senado que pode tornar obrigatória a instalação dos bloqueadores em presídios. Em 9 de março, uma mensagem foi pichada na calçada em frente à casa do senador cearense em Fortaleza: “Presídio mudo, Eunício morto”. À época, por unanimidade, os parlamentares aprovaram o projeto de lei. Agora, o documento será analisado na Câmara dos Deputados. 
EmpresáriosO texto ameaça, por fim, empresários. "Aos que apoiam as safadezas dessa gente que rouba o povo cearense e quer punir os mais pobres, cuidado para suas empresas não serem destruídas por nós. Já sabemos quem são vocês. Suas empresas vão falir da noite para o dia", finaliza a carta assinada por "todos juntos".
*** Informações com O Povo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores