sexta-feira, 9 de março de 2018

Crime brutal: Mulher confessa que degolou homem ainda vivo e jogou bola com a cabeça; vídeo

“Eu cortei a cabeça dele, porque ele já tinha rixa com várias pessoas no conjunto Viver Melhor - e ele já havia me dado uns tiros - então eu preferi matar ele do que morrer“, declarou Milena da Silva Garcia, de 25 anos, ao assumir a autoria do homicídio de Rodrigo dos Santos Aranha, que era conhecido como “Billy”. Ela foi apresentada na manhã desta quinta-feira (8), durante coletiva de imprensa realizada na sede da Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestros (DEHS), na Zona Leste da cidade. 
Rodrigo foi assassinado no dia 3 de dezembro de 2017 na Zona Norte de Manaus. Milena foi presa por policiais da DEHS, na tarde da última segunda-feira (5), na rua 4, bairro São José, Zona Leste da capital.
O titular da DEHS, delegado Juan Valério, explicou que a jovem foi presa em cumprimento de mandado de prisão temporária, com prazo de 30 dias, e era um dos alvos da operação “Keres”. 
O titular da DEHS, delegado Juan Valério, explicou que a jovem foi presa em cumprimento de mandado de prisão temporária com prazo de 30 dias | Foto: Daniel Landazur
“Tudo começou durante uma confusão no bar do DJ, quando o Billy deu uma tapa em uma mulher que estava no local. E depois disso os traficantes pediram autorização para matar ele. Milena disse que já tinha uma rixa antiga porque Billy já havia atirado nela. No dia do fato, ela cortou a cabeça dele, e horas depois os suspeitos levaram a cabeça do rodrigo para uma quadra de futebol do residencial e ficaram chutando como se estivessem jogando bola”, disse o delegado.
O delegado ressaltou que Milena, durante depoimento, assumiu a sua participação no crime, porém não revelou o nome do mandante e nem dos envolvidos no dia do crime. A autoridade policial enfatizou, após a prisão de Milena, que outras 11 pessoas envolvidas na morte de Rodrigo continuam foragidas. Desse total, seis são adolescentes. 
A mulher foi indiciada por homicídio qualificado e, após o término dos procedimentos na delegacia, será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde permanecera à disposição da Justiça. Imagem ilustrativa
***** Informações com: Em Tempo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918. Nosso site e nossa empresa não tem conotação política partidária com nenhum Grupo Político.
Vídeo:

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket