sexta-feira, 9 de março de 2018

Crime brutal: Mulher confessa que degolou homem ainda vivo e jogou bola com a cabeça; vídeo

“Eu cortei a cabeça dele, porque ele já tinha rixa com várias pessoas no conjunto Viver Melhor - e ele já havia me dado uns tiros - então eu preferi matar ele do que morrer“, declarou Milena da Silva Garcia, de 25 anos, ao assumir a autoria do homicídio de Rodrigo dos Santos Aranha, que era conhecido como “Billy”. Ela foi apresentada na manhã desta quinta-feira (8), durante coletiva de imprensa realizada na sede da Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestros (DEHS), na Zona Leste da cidade. 
Rodrigo foi assassinado no dia 3 de dezembro de 2017 na Zona Norte de Manaus. Milena foi presa por policiais da DEHS, na tarde da última segunda-feira (5), na rua 4, bairro São José, Zona Leste da capital.
O titular da DEHS, delegado Juan Valério, explicou que a jovem foi presa em cumprimento de mandado de prisão temporária, com prazo de 30 dias, e era um dos alvos da operação “Keres”. 
O titular da DEHS, delegado Juan Valério, explicou que a jovem foi presa em cumprimento de mandado de prisão temporária com prazo de 30 dias | Foto: Daniel Landazur
“Tudo começou durante uma confusão no bar do DJ, quando o Billy deu uma tapa em uma mulher que estava no local. E depois disso os traficantes pediram autorização para matar ele. Milena disse que já tinha uma rixa antiga porque Billy já havia atirado nela. No dia do fato, ela cortou a cabeça dele, e horas depois os suspeitos levaram a cabeça do rodrigo para uma quadra de futebol do residencial e ficaram chutando como se estivessem jogando bola”, disse o delegado.
O delegado ressaltou que Milena, durante depoimento, assumiu a sua participação no crime, porém não revelou o nome do mandante e nem dos envolvidos no dia do crime. A autoridade policial enfatizou, após a prisão de Milena, que outras 11 pessoas envolvidas na morte de Rodrigo continuam foragidas. Desse total, seis são adolescentes. 
A mulher foi indiciada por homicídio qualificado e, após o término dos procedimentos na delegacia, será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde permanecera à disposição da Justiça. Imagem ilustrativa
***** Informações com: Em Tempo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918. Nosso site e nossa empresa não tem conotação política partidária com nenhum Grupo Político.
Vídeo:

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores