segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Aos gritos de 'Fora, Gilmar', passageiros hostilizam ministro do STF. Assista ao vídeo.

O ministro Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes foi hostilizado durante um voo. O vídeo que circula na internet mostra passageiros furiosos com a postura do jurista. É possível ouvir gritos de “Polícia Federal para ele”, “amigo do Daniel Dantas, do Aécio Neves” e “vergonha para a família”.

O voo partiu de Brasília com destino a Cuiabá, no Mato Grosso. A Polícia Federal foi acionada e escoltou Mendes até a área de desembarque do aeroporto Marechal Rondon. O ministro se cala e ri, sem rebater as acusações. Há 15 dias, Gilmar Mendes foi alvo de protestos em Lisboa, capital de Portugal.
Próximo a um restaurante, o magistrado ouviu de duas mulheres que ele é “de uma injustiça imensurável”, questionando em seguida se ele “não tem vergonha do que faz pelo país?”.
No ano passado, ele também foi alvo de protestos durante uma partida de futebol no Pacaembu, em São Paulo. Visto ao lado do presidente do São Paulo Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, Mendes ouviu gritos de ladrão durante a partida entre o Tricolor e o Santos.
A atuação dele também foi questionada durante evento na sede do Instituto de Direito Público de São Paulo (IDP), na Bela Vista, região central de São Paulo. A entidade, que tem o ministro como um de seus sócios, realizava um curso em outubro de 2017 quando manifestantes atiraram tomates contra carros e o prédio do IDP.
Os protestos não param por aí e devem invadir as ruas nas próximas semanas. Gilmar foi “homenageado” em pelo menos três novas marchinhas para o Carnaval 2018. João Roberto Kelly, que é autor de clássicos como “Cabeleira do Zezé” e “Mulata Iê-Iê-Iê”, lançou “Alô, Alô Gilmar” ( “Alô, alô Gilmar/eu tô em cana,/vem me soltar…). Já os Marcheiros saíram com “Gilmar Soltou A franga” (“Gilmar soltou/Soltou a franga/Largou a “tonga”/E agora só anda de tanga…). O grupo Orquestra Royal também vai repetir o tema com “A Dancinha da Tornozeleira” (Começou o carnaval do Gilmar/Liberou a brincadeira/Quero ver quem vai dançar/A dancinha da tornozeleira…).
Gilmar Mendes foi o responsável por casos famosos, como os que resultaram na prisão do ex-ministro José Dirceu e do empresário Eike Batista. Em 2017, ele mandou soltar, duas vezes no período de 24h, o empresário Jacob Barata Filho, preso por corrupção. Mendes é padrinho de casamento da filha de Barata.
Chamado pelos passageiros de amigo do senador Aécio Neves, o ministro do STF foi alvo de um relatório da Polícia Federal em que mostra 33 ligações entre ele e o parlamentar mineiro, feitas em 2017. As chamadas foram realizadas pelo WhatsApp no período que o tucano passou a ser investigado pela suspeita de receber propina da JBS.
A assessoria de comunicação do ministro informou que até a última atualização deste texto não havia conseguido localizá-lo.

*** Informações com Metrópoles e Correio Braziliense
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores