quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Revoltante: Professora tortura crianças com saco plástico dentro de creche em São Paulo; assista o vídeo

A Polícia Civil de Restinga, no interior de São Paulo, recebeu uma denúncia que tem deixado milhares de populares revoltados. Segundo informações do site R7, algumas mães foram à delegacia e fizeram uma denúncia de maus-tratos contra duas estagiárias e uma professora de uma creche do município. As mães só tiveram conhecimento do ocorrido após uma das crianças se recusar a assistir à aula, e ao ser questionado pela mãe, ela teria dito que estava com medo de ir para o saco do lixo.
A afirmativa foi bastante preocupante. A mulher resolveu entrar em contato com outras mães para saber se os filhos delas também tinham algo a dizer sobre o caso.
Para a surpresa de todos, outras crianças fizeram a mesma reclamação a seus pais. Elas decidiram ir juntas à delegacia, onde registraram a queixa.
A polícia foi até a creche e obteve acesso às imagens do circuito de segurança, e através delas a investigação terá início. A princípio, a professora acusada deverá ser denunciada por maus-tratos, sendo que a estagiária se enquadra na posição de conivente com os atos da professora.
Vale ressaltar que a denúncia foi feita em setembro deste ano, porém somente agora o delegado conseguiu ter acesso às imagens que mostram os atos suspeitos da professora. O delegado responsável pelo caso afirma que a demora nas investigações ocorreu devido a terem recebidos imagens erradas da prefeitura, mas que com as novas imagens o processo deverá ser analisado com mais rapidez.
O delegado ainda informou que não irá expor as crianças em um depoimento, pois ele acredita que elas ficariam constrangidas. Ao invés das crianças, o delegado optou em ouvir as mães, que afirmaram que o ato da professora já era algo rotineiro. Segundo elas, esse era o modo como ela tratava as crianças que não apresentavam um bom comportamento em sala de aula.
Diante das imagens e dos depoimentos, o delegado decidiu afastar todas as envolvidas nas investigações. Elas ficarão por até 30 dias longe das salas para que todo o processo de investigação seja concluído. Caso sejam comprovados os maus-tratos, elas perderão os cargos.
O vídeo acabou vazando nas redes sociais e tem atraído cada vez mais pessoas, que, indignadas, protestam contra os envolvidos. No vídeo, é possível ver o momento em que a professora tenta capturar uma criança, sendo que em uma de suas mãos, segura um saco plástico de lixo. Ainda segundo relato das mães, as crianças que foram penalizadas passaram a ter medo de ir à creche, pois temem ser castigadas novamente
***** Informações com: Blastingnews
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918. Nosso site e nossa empresa não tem conotação política partidária com nenhum Grupo Político.
Vídeo:

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores