quinta-feira, 16 de novembro de 2017

O problema do Brasil são os brasileiros? De Ipu para o mundo; com a Historiadora Isabelle Soares

Hoje, 15/11, comemoramos a Proclamação da nossa Republica. Em meio a tantos escândalos políticos, crise e desesperança em um futuro promissor no nosso país, não nos restam dúvidas que essa data acaba não sendo bem vista e encarada como um feriado qualquer.
De uns dias para cá, eu tenho andado refletindo bastante a respeito de como chegamos até aqui. Tanto reclamamos dos roubos, dos problemas administrativos e daqueles que não sabem nos representar, mas será que o problema também não está em nós? Será que é o Brasileiro que não sabe votar?
Em parte sim, já que muitas vezes no nosso dia a dia compactuamos com os mesmo atos corruptos que vemos na TV, mas tudo mascarado no famoso "jeitinho brasileiro". Em época de eleição, elegemos aquele que "paga mais", ou aquele "que rouba mais faz" e tudo isso se transforma numa grande bola de neve.
Porém, acredito, que tudo isso se deve a nossa falta de experiência com a democracia. Se formos analisarmos a nossa História política, o Brasil cresceu em cima de golpes. Teve o golpe da Independência, onde Dom Pedro torna-se imperador do novo país independente. Sendo que o próprio povo não tinha ainda noção do que era ser brasileiro.  Depois, teve o "golpe da maioridade" onde é posto um adolescente de sangue real para governar. Esse menino era Dom Pedro II que reinou por quase 50 anos até ser deposto em um outro golpe, o da República. Então aqui você pensa que o povo finalmente teve o poder de escolher seus representantes? infelizmente não, já que quem escolhia os governantes nessa primeira fase eram os ricos fazendeiros que dominavam os seus subordinados e os obrigavam a votar naqueles que os favoreciam, era o famoso "voto do cabresto".
Depois os golpes acabaram? Não. Veio Getúlio Vargas com a Revolução de trinta e perpetuo-se no poder sem o voto popular por 15 anos até ser deposto por um outro golpe apoiado pelos mesmos que o colocaram no poder. Então, havemos finalmente democracia? Sim, tivemos, por curto período de tempo podemos escolher quem seriam os nossos presidentes, isso até o golpe da Ditadura Militar de 1964. Onde os militares tomaram o poder apoiado pelos americanos com a desculpa que precisariam proteger o Brasil do velho "Fantasma do Porão", o famoso comunismo. Essa proteção tornou-se em 21 anos de pura carnificina, opressão e dor.
Portanto, caros leitores, o que quero dizer é que tivemos pouquíssimos momentos na nossa História em que realmente podemos ter a chance de escolha. Ao longo de todo esse tempo o povo não teve muita participação nas escolhas políticas. Assistíamos "bestializados" tudo o que acontecia. E nós, ainda não sabemos o que fazer com essa liberdade de escolha. Muitos ainda não sabem o que é Democracia. Como dizia Renato Russo: "Somos tão Jovens".
Muitos erros cometemos. Provavelmente muitos erros ainda virão por que ainda temos muito que aprender. Mas o que podemos fazer é não cair nos mesmos vícios, aprender com o que a História vem nos ensinando. Pensar sempre para frente e não cometer os mesmos erros do passado.
Por Isabelle Soares (Coluna Opinião Interativa)
Historiadora formada na UVA e Repórter Especial do Aconteceu Ipu. 
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores