domingo, 15 de outubro de 2017

Açudes do Ceará estão com menos de 10% da capacidade de armazenamento

Os 155 açudes do Ceará monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) têm volume de água de 9,43%, o que representa 1,76 bilhões m³. Os reservatórios do estado têm capacidade total de armazenamento de 18,64 bilhões m³.
O volume de água está distribuído nas bacias do Litoral (46,11%), Alto Jaguaribe (8,04%), Coreaú (63,64%), Metropolitanas (24,36%), Serra da Ibiapaba (23,56%), Médio Jaguaribe (3,56%), Salgado (11,37%), Acaraú (20,89%), Banabuiú (2,83%), Sertões de Crateús (0,51%), Curu (11,19%) e Baixo Jaguaribe (0,94%).
Apenas um açude - de pequeno porte - está com volume superior a 90%, o Germinal, no município de Palmácia. Ele se encontra com 98,29% da capacidade total de armazenamento. Outros 115 açudes, estão com volume inferior a 30%. Quarenta e quatro açudes estão em volume morto e 18 estão completamente secos.
Em 2017, apenas 15 açudes sangraram: Angicos, Itaúna e Tucunduba, da bacia do Coreaú; São Pedro Timbaúba, Gameleira e Quandú, da bacia do Litoral; Maranguapinho, Itapebussu, Tijuquinha, Cahuipe, Cocó e Germinal, das bacias Metropolitanas; Valério e Caldeirões, da bacia do Alto Jaguaribe, e Acaraú Mirim, da bacia do Acaraú.
Castanhão - O açude Castanhão, o maior do país e responsável pelo abastecimento da Grande Fortaleza, atingiu um novo recorde negativo de reserva de água. Nesta sexta-feira (13), o reservatório registrava 3,88% de reserva de água, de acordo com a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), o menor já registrado desde 2002, quando o açude foi criado.
O açude tem capacidade para 308,71 hm3 de água, o suficiente para abastecer uma cidade como Fortaleza por três anos. O Ceará sofre com chuvas abaixo da média por seis anos seguidos, ocasionando a mais grave estiagem registrada no estado nos últimos 100 anos.
O açude Orós, segundo maior reservatório de água do Ceará, deixou de abastecer as cidades da Região Metropolitana de Fortaleza em março, para deixar suas águas para a região do Vale do Jaguaribe. Com a decisão, apenas o Castanhão abastece a Grande Fortaleza. Atualmente, o Orós está com apenas 7,94% da capacidade de armazenamento.
*** Informações com G1-CE
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores