domingo, 17 de setembro de 2017

"A realidade da violência": Assassinatos crescem 58,4% em agosto, com 3.235 pessoas mortas no Ceará

Em agosto, os crimes de morte no Ceará tiveram novo aumento. Apenas o Interior Sul não registrou, em comparação com agosto de 2016, aumento no número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs).
Somente nos municípios da Grande Fortaleza — onde se excetua a capital — o aumento foi de 124,5%; ou seja, saíram de 53 em agosto de 2016 para 119 em agosto deste ano. Em Fortaleza, a evolução foi de 83,7%, 98 para 180.
Os dados foram divulgados na tarde desta sexta-feira (15), pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Ao todo, 461 pessoas foram mortas no Ceará em agosto desse ano, 58,4% a mais em comparação a agosto de 2016.
No geral, entre janeiro e agosto, 3.235 pessoas foram mortas no Ceará. No mesmo período de 2016, foram registrados 2.289 (CVLIs). A região que registrou o maior aumento foi Fortaleza: 82,7%. Em 2016, haviam sido 689 mortes e, este ano, já são 1.259.
*Os Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) incluem homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte.
A SSPDS também divulgou o balanço do número de Crimes Violentos contra o Patrimônio 1 (CVPs 1), que reúnem crimes como roubos a pessoa e de documentos, mas não roubos com ou sem restrição de liberdade, a residências, de cargas e de veículos. Os dados também demonstraram aumento de ocorrências.
Em agosto de 2017, o Estado registrou 5.414 CVP. Eram 4.580 registros do tipo em agosto de 2016. A região que registrou o maior aumento foi, novamente, a Grande Fortaleza: 46,6%. Foram 969 CVPs registrados em 2017, contra 661 em 2016.
Já os CVPs 2 — que incluem roubo de cargo, com restrição de liberdade, a residências, de veículos ou a bancos — cresceram 27,4% no Estado. Foram registrados 1.133 crimes do tipo em agosto deste ano, contra 889 no mês ano passado. Ao todo, o Ceará registrou este ano, até agosto, 8.680 CVPs 2 — ano passado haviam sido 7.793.
Os furtos, por sua vez, registraram aumento menor. Foram 5.127 em agosto deste ano no Estado, contra 4.707 em agosto de 2016, aumento de 8,9%. A Grande Fortaleza chegou a registrar decréscimo no número de crimes do tipo: -2,4%, ou 17 crimes a menos em agosto de 2017 em comparação com agosto de 2016. Diminuição também é registrada no acúmulo de furtos entre janeiro e agosto. Em 2017, esse número é de 21.115; em 2016, era 21.977. O Estado, porém, registrou aumento nesse acumulado, de 1,9%: 39.551 contra 38.815.
Apreensão de Armas de fogo e Entorpecentes
Aumento foi registrado no número de armas de fogo e entorpecentes apreendidos até agosto deste ano. Em 2016, até agosto, haviam sido apreendidas pela Polícia 3.953 armas de fogo. Até o momento, foram 4.977 armas apreendidas neste ano, aumento de 25,9%.
Já a apreensão de Maconha, Cocaína e Crack variou 184% no período. Haviam sido 1.882,69 quilos até agosto de 2016 e já são 5.347,30 quilos neste ano.
*** Informações com Tribuna do Ceará - Click Aqui
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores