domingo, 17 de setembro de 2017

"A realidade da violência": Assassinatos crescem 58,4% em agosto, com 3.235 pessoas mortas no Ceará

Em agosto, os crimes de morte no Ceará tiveram novo aumento. Apenas o Interior Sul não registrou, em comparação com agosto de 2016, aumento no número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs).
Somente nos municípios da Grande Fortaleza — onde se excetua a capital — o aumento foi de 124,5%; ou seja, saíram de 53 em agosto de 2016 para 119 em agosto deste ano. Em Fortaleza, a evolução foi de 83,7%, 98 para 180.
Os dados foram divulgados na tarde desta sexta-feira (15), pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Ao todo, 461 pessoas foram mortas no Ceará em agosto desse ano, 58,4% a mais em comparação a agosto de 2016.
No geral, entre janeiro e agosto, 3.235 pessoas foram mortas no Ceará. No mesmo período de 2016, foram registrados 2.289 (CVLIs). A região que registrou o maior aumento foi Fortaleza: 82,7%. Em 2016, haviam sido 689 mortes e, este ano, já são 1.259.
*Os Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) incluem homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte.
A SSPDS também divulgou o balanço do número de Crimes Violentos contra o Patrimônio 1 (CVPs 1), que reúnem crimes como roubos a pessoa e de documentos, mas não roubos com ou sem restrição de liberdade, a residências, de cargas e de veículos. Os dados também demonstraram aumento de ocorrências.
Em agosto de 2017, o Estado registrou 5.414 CVP. Eram 4.580 registros do tipo em agosto de 2016. A região que registrou o maior aumento foi, novamente, a Grande Fortaleza: 46,6%. Foram 969 CVPs registrados em 2017, contra 661 em 2016.
Já os CVPs 2 — que incluem roubo de cargo, com restrição de liberdade, a residências, de veículos ou a bancos — cresceram 27,4% no Estado. Foram registrados 1.133 crimes do tipo em agosto deste ano, contra 889 no mês ano passado. Ao todo, o Ceará registrou este ano, até agosto, 8.680 CVPs 2 — ano passado haviam sido 7.793.
Os furtos, por sua vez, registraram aumento menor. Foram 5.127 em agosto deste ano no Estado, contra 4.707 em agosto de 2016, aumento de 8,9%. A Grande Fortaleza chegou a registrar decréscimo no número de crimes do tipo: -2,4%, ou 17 crimes a menos em agosto de 2017 em comparação com agosto de 2016. Diminuição também é registrada no acúmulo de furtos entre janeiro e agosto. Em 2017, esse número é de 21.115; em 2016, era 21.977. O Estado, porém, registrou aumento nesse acumulado, de 1,9%: 39.551 contra 38.815.
Apreensão de Armas de fogo e Entorpecentes
Aumento foi registrado no número de armas de fogo e entorpecentes apreendidos até agosto deste ano. Em 2016, até agosto, haviam sido apreendidas pela Polícia 3.953 armas de fogo. Até o momento, foram 4.977 armas apreendidas neste ano, aumento de 25,9%.
Já a apreensão de Maconha, Cocaína e Crack variou 184% no período. Haviam sido 1.882,69 quilos até agosto de 2016 e já são 5.347,30 quilos neste ano.
*** Informações com Tribuna do Ceará - Click Aqui
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SEBRAE - CEARÁ

Meus seguidores