quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Tentaram matar o deputado Tiririca após voto contra Temer?

Circula no WhatsApp e no Facebook uma mensagem que diz que "tentaram matar" o deputado federal Tiririca (PR-SP) após ele ter votado a favor da investigação de denúncia do Ministério Público Federal contra o presidente Michel Temer. Não é verdade!
No último dia 2, Tiririca votou "não" ao relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que recomendava a rejeição da denúncia contra Temer por crime de corrupção passiva.
A assessoria de imprensa do deputado diz que a informação de que ele foi alvo de tentativa de homicídio é falsa.
Ao votar na Câmara dos Deputados, Tiririca disse apenas a seguinte frase: "Sr. Presidente, eu vim do povo e estou com o povo contra a corrupção. O meu voto é 'não'".
O texto falso, no entanto, atribui ao deputado outras declarações, também não reconhecidas pela assessoria do parlamentar. Elas não foram proferidas no plenário.
Veja o que diz a mensagem falsa:
" URGENTE 
TENTARAM MATAR O DEPUTADO TIRIRICA HOJE
ATENÇÃO A MÍDIA NÃO QUER MOSTRAR ISSO, ENTÃO POR FAVOR COMPARTILHE ISSO COM SEUS AMIGOS.
Na eleição vergonhosa que votou pela absolvição do presidente Michel Temer a voz de Tiririca nadou contra a corrente e chamou a atenção dos deputados que trocaram suas convicções políticas em troca de R$ 16 bilhões em verbas.
Chamado para dar seu voto o deputado Francisco Everardo, mais conhecido como Tiririca surpreendeu a Câmara dos Deputados com estas palavras fortes:
“Estou com o povo. Eu sou do povo. Deus é contra injustiça. Eu não posso fechar os meus olhos pra tudo isso. Meu partido pediu pra votar a favor do Temer, mas eu não vou fazer isso. Posso até perder meu mandato. Posso até voltar pro circo. Mas não faço o povo de palhaço. Eu voto contra o Temer. Eu voto a favor do Brasil. Se ele não é culpado que prove sua inocência. Só acho estranho quem se diz inocente gastar bilhões do dinheiro público pra pedir voto aos deputados. Eu devo ser muito burro mesmo. Não entendo a lógica destes políticos. Nem quero entender”.
Não vamos fechar nossos olhos. Ajude nos a divulgar nos grupos e amigos até que esta notícia ganhe repercução."
O texto, que contém vários problemas de pontuação, ainda termina com um erro de grafia na palavra "repercussão".
***** Informações com: G1
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918. Nosso site e nossa empresa não tem conotação política partidária com nenhum Grupo Político.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores