quarta-feira, 10 de maio de 2017

"Saúde": Saiba quanto café você pode beber por dia

Vício para uns, necessidade para outros. A verdade é que quase ninguém resiste a uma xícara de café pelo menos uma vez por dia. Mas, se você é daqueles que não resiste a várias xícaras de café, saiba que existe uma quantidade máxima de cafeína que você pode consumir por dia para não prejudicar o organismo. Uma nova revisão de estudos sobre o assunto confirmou que 400 miligramas diários – o correspondente a três xícaras de 150 ml de café – da substância é o limite para adultos saudáveis. Para mulheres grávidas, essa quantidade cai para 300 miligramas por dia.
A revisãoPublicada recentemente no periódico científico Food and Chemical Toxicology, a análise baseou-se na revisão de 426 estudos publicados anteriormente, todos focados em como a cafeína estava relacionada a cinco tópicos específicos: toxicidade, saúde óssea e ingestão de cálcio, efeitos cardiovasculares (incluindo pressão arterial e freqüência cardíaca), saúde comportamental (dores de cabeça, humor e sono) e reprodução e desenvolvimento (incluindo fertilidade, aborto e defeitos congênitos).
Os resultados confirmaram um estudo feito em 2003, que recomendava o consumo máximo de 400 miligramas diários de cafeína. “Depois de décadas de pesquisa e milhares de artigos, sabemos muito sobre a cafeína. E o que nossos resultados confirmam verdadeiramente é que ter a cafeína como parte de sua dieta diária é aceitável e sem efeitos adversos”, diz Daniele Wikoff, líder da prática de ciências da saúde da ToxStrategies, empresa de consultoria científica que realizou o estudo.
Proveniência da cafeínaApesar dos resultados, é preciso ressaltar que diversos alimentos e bebidas têm cafeína, como café, chás, refrigerantes, chocolate e energéticos. Portanto, ao considerar a ingestão total de cafeína, é importante ter em mente todas as fontes de consumo. Além disso, cada alimento ou bebida que contém a substância, também é composto por outros ingredientes, que podem vir a prejudicar a saúde.
Enquanto o café puro, por exemplo, é rico em antioxidantes e pode reduzir o risco de doenças cardíacas, acidentes vasculares cerebrais e diabetes, o refrigerantes e cafés cheios de complementos podem ser ricos em calorias ou adoçantes artificiais, enquanto bebidas energéticas podem conter açúcar e outros estimulantes que são associados a riscos para a saúde.
Cada pessoa metaboliza de um jeitoRoshini Raj, editor médico do site especializado Health.com, ressalta também que, apesar de 400 miligramas diários serem considerados seguros para a saúde, não significa que todos podem ou devem tomar. “Nem todos metabolizam a cafeína da mesma maneira: para algumas pessoas, uma pequena xícara de café ou chá é o suficiente para deixá-las inquietas”. E recomenda: “Ouça o seu corpo, e se você tende a ficar agitado, tente espaçar suas bebidas com cafeína”.
*** Informações com Revista Veja
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores