quarta-feira, 10 de maio de 2017

"Saúde": Saiba quanto café você pode beber por dia

Vício para uns, necessidade para outros. A verdade é que quase ninguém resiste a uma xícara de café pelo menos uma vez por dia. Mas, se você é daqueles que não resiste a várias xícaras de café, saiba que existe uma quantidade máxima de cafeína que você pode consumir por dia para não prejudicar o organismo. Uma nova revisão de estudos sobre o assunto confirmou que 400 miligramas diários – o correspondente a três xícaras de 150 ml de café – da substância é o limite para adultos saudáveis. Para mulheres grávidas, essa quantidade cai para 300 miligramas por dia.
A revisãoPublicada recentemente no periódico científico Food and Chemical Toxicology, a análise baseou-se na revisão de 426 estudos publicados anteriormente, todos focados em como a cafeína estava relacionada a cinco tópicos específicos: toxicidade, saúde óssea e ingestão de cálcio, efeitos cardiovasculares (incluindo pressão arterial e freqüência cardíaca), saúde comportamental (dores de cabeça, humor e sono) e reprodução e desenvolvimento (incluindo fertilidade, aborto e defeitos congênitos).
Os resultados confirmaram um estudo feito em 2003, que recomendava o consumo máximo de 400 miligramas diários de cafeína. “Depois de décadas de pesquisa e milhares de artigos, sabemos muito sobre a cafeína. E o que nossos resultados confirmam verdadeiramente é que ter a cafeína como parte de sua dieta diária é aceitável e sem efeitos adversos”, diz Daniele Wikoff, líder da prática de ciências da saúde da ToxStrategies, empresa de consultoria científica que realizou o estudo.
Proveniência da cafeínaApesar dos resultados, é preciso ressaltar que diversos alimentos e bebidas têm cafeína, como café, chás, refrigerantes, chocolate e energéticos. Portanto, ao considerar a ingestão total de cafeína, é importante ter em mente todas as fontes de consumo. Além disso, cada alimento ou bebida que contém a substância, também é composto por outros ingredientes, que podem vir a prejudicar a saúde.
Enquanto o café puro, por exemplo, é rico em antioxidantes e pode reduzir o risco de doenças cardíacas, acidentes vasculares cerebrais e diabetes, o refrigerantes e cafés cheios de complementos podem ser ricos em calorias ou adoçantes artificiais, enquanto bebidas energéticas podem conter açúcar e outros estimulantes que são associados a riscos para a saúde.
Cada pessoa metaboliza de um jeitoRoshini Raj, editor médico do site especializado Health.com, ressalta também que, apesar de 400 miligramas diários serem considerados seguros para a saúde, não significa que todos podem ou devem tomar. “Nem todos metabolizam a cafeína da mesma maneira: para algumas pessoas, uma pequena xícara de café ou chá é o suficiente para deixá-las inquietas”. E recomenda: “Ouça o seu corpo, e se você tende a ficar agitado, tente espaçar suas bebidas com cafeína”.
*** Informações com Revista Veja
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SEBRAE - CEARÁ

Meus seguidores