segunda-feira, 29 de maio de 2017

Repasse de R$ 20 milhões em propina a Cid Gomes é manchete no jornal O Globo

A matéria do jornal O Globo deste domingo (28) mostra o que o Ceará News 7 já havia divulgado. O então governador do Ceará, Cid Gomes, recebeu R$ 24,5 milhões em propina da JBS, em 2010 e 2014. A revelação veio a público após delação de um dos donos da empresa, Wesley Batista, na Lava Jato.
Em 2010 Cid recebeu R$ 4,5 milhões. Em 2014, R$ 20 milhões. Esse dinheiro foi repassado por meio de doações oficiais declaradas à Justiça Eleitoral, e outra parte usando notas frias. A JBS aceitou pagar propina para poder receber créditos ficais atrasados que o Governo do Ceará não vinha pagando. Esse valor devido à empresa chegou a R$ 110 milhões em 2014.
“Vieram com uma proposta direta. Falou: olha, nós precisamos daquela contribuição de R$ 20 milhões. Aqui o negócio é assim: você paga os R$ 20 milhões, e nós lhe pagamos, o Estado (Ceará) lhe paga os R$ 110 milhões que você tem de crédito. Se você não paga, o Estado não libera. Se você paga os 20 milhões para a campanha, o Estado libera. Simples como isso”, disse Wesley Batista em sua delação.
Perguntado por um investigador se isso era propina, mesmo sendo pago via doação oficial, Wesley não titubeou: “Era uma propina, era uma propina”.
Entenda
Em troca de dinheiro de impostos cobrados indevidamente e retidos nos cofres públicos, delatores da JBS e da Odebrecht afirmam que pagaram propina e fizeram doações legais a candidatos, em anos de eleições. Levantamento do O Globo mostra que ao menos R$ 198,65 milhões foram pagos para liberar R$ 3,177 bilhões em tributos retidos.
Em delações da JBS, foram relatados casos semelhantes ao do Ceará em Minas Gerais. Nas da Odebrecht, o esquema foi constatado no Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Tudo isso na esfera estadual. Mas também foi averiguado irregularidades no âmbito federal, na unidade da Receita em São Paulo.
Um crédito tributário é, basicamente, o direito que uma empresa tem a ser restituída por meio de reembolso ou compensação por um tributo pago a mais que o necessário. Isso ocorre no caso dos estados, como ICMS, cuja alíquota varia em cada unidade da Federação. É o caso, por exemplo, de quando o imposto é pago de forma duplicada ou calculado como base em um faturamento previsto maior que o apurado.
*** Informações com Ceará News 7
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores