sexta-feira, 21 de abril de 2017

"Lava-jato": Depoimento de Léo Pinheiro complica Lula; ex-presidente da OAS Engenharia diz que Lula o orientou a destruir provas

O ex-presidente da OAS Engenharia, José Aldemario Pinheiro, o Léo Pinheiro, afirmou, em depoimento ao juiz Sergio Moro nesta quinta-feira (20/4), que o tríplex no condomínio Solaris, no Guarujá, pertencia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Lula é acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões de propina da OAS, em valores que teriam sido pagos por meio de reformas no tríplex no Guarujá, que seria mantido como patrimônio oculto do petista. O pagamento dos recursos também teriam ocorrido por meio do armazenamento de bens do ex-presidente, de 2011 a 2016.
Em oitiva na 13a Vara Federal, em Curitiba, Léo Pinheiro disse que a OAS jamais colocou o empreendimento no Solaris à venda porque estaria garantido a Lula. O edifício pertencia à cooperativa habitacional Bancoop, que faliu e passou o controle do local à OAS.
“O apartamento era do presidente Lula. Desde o dia que me passaram para estudar os empreendimentos da Bancoop já foi me dito que era do presidente Lula e sua família e que eu não comercializasse e tratasse aquilo como propriedade do presidente”, afirmou o empreiteiro.
No depoimento, Léo Pinheiro também afirmou que o ex-presidente teria o orientado a destruir provas que pudessem incriminá-lo na operação Lava-Jato. De acordo com o empreiteiro, em diversos encontros, Lula teria perguntado de que forma ele estava efetuando os pagamentos ao PT, e Léo explicou que era por meio do ex-tesoureiro do partido João Vaccari. Em um dos encontros, Lula teria dito: “Você tem algum registro de algum encontro de contas feitas com João Vaccari com vocês? Se tiver, destrua”, afirmou o empreiteiro.
*** Informações com Correio Braziliense
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores