quinta-feira, 20 de abril de 2017

Após 19 anos, Ferroviário empata com o Fortaleza e está na final do Cearense

O empate era suficiente para tornar o Ferroviário finalista e foi por esta vantagem que o clube brigou até o fim. Mesmo terminando a partida incompleto, o Tubarão segurou o ímpeto tricolor na parte final do jogo e vai decidir um título cearense após 19 anos, além de se garantir na Copa do Nordeste e Copa do Brasil do ano que vem.
Sobrou tensão, faltou futebol. O primeiro chute para o gol demorou 15 minutos para sair e veio de quem não precisava vencer. O meio campo do Fortaleza foi inoperante e não criou nenhuma jogada para finalização. Pablo e Everton, laterais do Fortaleza, pouco ajudaram no ataque.
A baixa produtividade ofensiva do Leão não foi apenas incompetência técnica e tática. O Ferroviário utilizou marcação individual, deixando livre apenas os defensores do adversário, que não conseguia furar o bloqueio. A posse de bola não preocupava o Tubarão da Barra, que mantinha o foco em destruir as investidas do Fortaleza antes mesmo da chance de gol pintar.
Ainda assim, foi o Ferroviário que teve nova chance, com Maxuell. O atacante ainda teve uma segunda oportunidade, clara, mas furou.
A primeira e única chance do Leão foi com Heitor, numa cabeçada após cobrança de falta. O atacante, no entanto, chamou mais atenção por se envolver em duas discussões com Moisés Lucas, do Ferroviário, que geraram tumulto.
O jogo coletivo do Fortaleza não funcionava. As jogadas individuais não apareciam. E a apreensão do torcedor crescia. Alguns já não conseguiam mais assistir sentados. Uma polêmica envolvendo o atleta Moisés Lucas, do Ferroviário - que tomou apenas um cartão amarelo, mas o sistema de comunicação do estádio informou dois - inflamou mais ainda os ânimos. Pouco tempo depois, no entanto, o jogador foi expulso.
Pressão ineficazCom um homem a mais, o Fortaleza passou a pressionar de verdade. Na única jogada de destaque que fez, Everton poderia ter levado a decisão para os pênaltis. Aos 21 minutos, o atleta recebeu a bola na grande área pela esquerda, desmontou a defesa coral, driblando até o goleiro Mauro e chutou. O zagueiro Túlio salvou em cima da linha. Wesley e Lúcio Flávio também tiveram boas chances, mas não aproveitaram.
Marquinhos Santos lançou Renatinho, Ronny e Gabriel Pereira, todos jogadores ofensivos, em busca pelo gol que daria sobrevida ao Leão, que não veio.
Com a eliminação, o Fortaleza está fora da Copa do Nordeste de 2018, o ano de seu centenário, e vai depender do ranking da CBF para ir à Copa do Brasil.
*** Informações com O Povo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores