sábado, 18 de março de 2017

"Operação Carne Fraca": Gerente da BRF se entrega à Polícia Federal no aeroporto de Guarulhos

O gerente de Relações Institucionais da BRF, Roney Nogueira dos Santos, foi preso na madrugada deste sábado (18-03) ao desembarcar no aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo. Alvo de um mandado de prisão preventiva no âmbito da Operação Carne Fraca, Santos estava na África do Sul e avisou às autoridades que voaria hoje ao Brasil para se entregar.
Roney é investigado pelos crimes de corrupção (passiva e ativa), concussão, peculato, prevaricação, advocacia administrativa, falsificação e adulteração de substância ou produtos alimentícios e lavagem de dinheiro.
No inquérito, ele é descrito como alguém que tem “livre trânsito” no Ministério da Agricultura e “amplo acesso” a servidores graduados da administração pública, e que age “sempre para obter facilidades em favor dos interesses da BRF, margeando os parâmetros fiscalizatórios regulamentares”.
Diálogos interceptados pela PF mostram Roney discutindo sobre doações a campanhas políticas e presentes a funcionários do Ministério da Agricultura para burlar a fiscalização de unidades da companhia, segundo as investigações.
“Pelos demais diálogos de Roney (…), verifica-se que ele tem função política dentro da empresa, mantendo relações com as chefias das Superintendências Regionais de diversos Estados da Federação, buscando sempre realizar reuniões a fim de conciliar os interesses da empresa com possíveis interesses pessoais dos servidores públicos, a quem geralmente é oferecida alguma espécie de vantagem indevida, como pagamentos e financiamento de campanhas políticas para eles próprios ou seus supostos ‘padrinhos'”, diz trecho dos autos protocolados na 14ª Vara Federal de Curitiba.
Procurados, os advogados de Roney disseram ontem que não iriam se manifestar sobre o caso. Neste sábado, eles não foram localizados. Em nota, a BRF informou que ele se apresentou espontaneamente às autoridades e está colaborando com as investigações. Ontem, a empresa já havia se pronunciado sobre o seu envolvimento no esquema apurado na Carne Fraca, dizendo que segue as normas e regulamentos e garantindo “a qualidade e segurança de seus produtos”.
Confira abaixo a nota na íntegra: - A BRF informa que, em relação à operação da Polícia Federal realizada na manhã desta sexta-feira (17), está colaborando com as autoridades para o esclarecimento dos fatos. A companhia reitera que cumpre as normas e regulamentos referentes à produção e comercialização de seus produtos, possui rigorosos processos e controles e não compactua com práticas ilícitas. A BRF assegura a qualidade e a segurança de seus produtos e garante que não há nenhum risco para seus consumidores, seja no Brasil ou nos mais de 150 países em que atua.
*** Informações com Revista Veja
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores