quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Delegado geral ameaça demitir policiais civis em greve no Ceará. Matéria com áudios.

O delegado geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, participou de uma reunião com 160 escrivães com nomeações para 2ª e 3ª chamada, nesta terça-feira (1º). Na ocasião, Andrade disse que os policiais em greve devem ser notificados, para que entreguem carteira, distintivo e arma. Ele voltou a afirmar que o movimento grevista é ilegal e chegou a utilizar o termo “pilantra” para classificar os grevistas. A conversa foi gravada e o áudio foi divulgado nas redes sociais, o que causou mal estar na categoria.
“Tenho 45 anos de idade e 29 de serviço público. Comecei a trabalhar bem cedo e nunca cometi uma ilegalidade dentro da função. E desafio qualquer um desses pilantras que estão aí. Se vão entrar para engrossar esse coro, não entrem”, disse Andrade aos escrivães.
Confira o áudio - Click Aqui.
Em outro trecho da gravação, Andrade Júnior aparece alertando os policiais que participavam da reunião, para que não gravassem o que era dito na sala. “Eu sei que um ou outro está gravando a conversa do delegado geral. Não façam isso. Não façam porque o processo de vocês vai durar dez dias. Está gravando, para de gravar logo”.
Questionado sobre a nomeação dos escrivães poderia ser um grande erro, Andrade disse: “muita gente diz: Andrade, você tem quantos para entrar. 200? Andrade, você vai colocar 200 escrivães para dentro para engrossar essa turba que está aí. Eu digo: gente, eu boto para dentro, eu boto para fora. Eu tenho mais duas turmas de reserva. Eu tenho cadastro de reserva que o governo vai abrir agora. Eu mudo toda a Polícia Civil. Mas isso aqui funciona!”. O delegado geral disse, ainda, que aquele que achar que o discurso era “muito duro”, para que desistisse de entrar na corporação. “Eu peço encarecidamente que aquele que achar que o discurso é muito duro, desista. Mas desista mesmo”.
Andrade Júnior voltou a falar que não respeitava o movimento grevista e pediu aos presentes que se alguns deles tivessem amigos que aderiram ao movimento, que se apresentassem imediatamente ao trabalho. “Se vocês têm amigos, a única saída deles é se apresentar imediatamente ao trabalho. Não é ameaça do delegado geral. Estou mandando trabalhar. Os senhores estão sendo convocados pra trabalhar”, disse. 
Pedido de desculpas - Click Aqui
Após a divulgação e repercussão do material, um segundo áudio que traz o delegado pedindo desculpas pela expressão utilizada para se referir aos grevistas foi compartilhado, também através das redes sociais.
“Gostaria de pedir desculpas aos policiais civis porque o termo foi inadequado. Os senhores não são esses, até porque não foi direcionado para os senhores. Nós sabemos quem são as pessoas que estão buscando promoção pessoal e mentindo para a categoria, dizendo que conseguiu isso e aquilo”, diz a segunda gravação.
Tentamos contato com o delegado geral, Andrade Júnior, mas até o fechamento dessa matéria, não obtivemos êxito.  
*** Informações com CNEWS
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SEBRAE - CEARÁ

Meus seguidores