segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Vitória em Fortaleza fortalece projeto presidencial de Ciro

Numa disputa entre apadrinhados dos principais caciques políticos do Ceará, o prefeito Roberto Claudio (PDT) superou Capitão Wagner (PR) e vai comandar a Prefeitura de Fortaleza nos próximos quatro anos.
A reeleição de Claudio com 53,37% dos votos válidos representa uma vitória dos irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT), ambos ex-governadores do Ceará, e do governador Camilo Santana (PT).
A vitória fortalece o projeto de Ciro, que é pré-candidato à Presidência em 2018. Em entrevista à imprensa neste domingo (30), Ciro afirmou que se sentiria "desanimado" em disputar o Planalto caso seu candidato perdesse.
O resultado também fortalece um foco de resistência de partidos de esquerda e de oposição ao presidente Michel Temer (PMDB) no Nordeste. Além da vitória do PDT em Fortaleza, o PC do B surpreendeu na reta final e venceu em Aracaju.
Em uma eleição em que o eleitorado mostrou resistência aos partidos de esquerda, Claudio venceu um adversário que se colocou à direita na reta final da campanha.
Com 46,43% dos votos, o PM reformado e deputado estadual Capitão Wagner disputou a prefeitura com o apoio dos senadores Tasso Jereissati (PSDB) e Eunício Oliveira (PMDB), ambos aliados do Palácio do Planalto.
A derrota de Wagner fragiliza o projeto de Eunício de disputar o governo em 2018, quando deve enfrentar o petista Camilo Santana.
Discreto durante a campanha, que teve Cid Gomes mais presente ao lado de Cláudio, Ciro acompanhou o voto do prefeito em um colégio em área nobre de Fortaleza.
O presidenciável disse estar assustado com o resultado das urnas nas eleições municipais. "Em São Paulo teve a vitória de um playboy descompromissado [João Doria]. O escândalo [investigações da Lava Jato] acabou com a confiança no sistema", afirmou Ciro ainda antes do fim da votação do segundo turno.
Segurança e saúde
Numa campanha acirrada e com ataques mútuos, temas como a segurança pública e a saúde dominaram a agenda dos candidatos.
Wagner elegeu a segurança como principal bandeira da campanha no segundo turno, apesar de ser uma área de principal responsabilidade do governo estadual.
Ele prometia armar a guarda municipal, algo rejeitado pelo candidato vencedor, que diz apostar em melhoria de iluminação e atividades em espaços púbicos para melhorar a segurança.
Outro tema protagonista da campanha foi a saúde, em que o prefeito reeleito Roberto Claudio admitiu pode fazer mais –assunto espinhoso para ele, que é médico.
"Temos o que melhorar na área, com a construção de mais policlínicas e melhorar a distribuição de remédios e equipamentos nos postos de saúde", disse.
***** Informações com: Folha de São Paulo
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918. Nosso site e nossa empresa não tem conotação política partidária com nenhum Grupo Político.

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores