terça-feira, 25 de outubro de 2016

Tremor de terra nesta segunda (24) assusta moradores da região Centro-Sul do Estado do Ceará.

Um tremor de terra assustou moradores de algumas cidades da região Centro-Sul do Ceará na tarde desta segunda-feira (24). Segundo relatos coletados pela reportagem, o abalo sísmico foi sentido em distritos de municípios como Orós, Cedro e Iguatu, por volta das 18h. 
"Eu estava no meu quarto com minha filha, daí senti um tremor. Não foi nem 10 segundos. Foi muito rápido, como se fosse uma explosão", relata a estudante Liliane Clemente, moradora de Orós. Segundo ela, mesmo sua residência sendo de dois andares, foi possível sentir o tremor com grande intensidade. "Orós, Vila, Palestina e outros distritos sentiram", conta.
A estudante destaca, porém, que não foi em toda a cidade que os moradores sentiram o tremor. "Lá no açude ninguém sentiu. Foi mais no Centro da cidade", diz. Ela afirma que moradores de Iguatu também sentiram o abalo nesta tarde.
Susto Morador de Cedro, o professor Ernandes Camilo também confirmou que sentiu o tremor nesta segunda-feira. "Foi praticamente às 18h. Eu estava na loja da minha esposa e percebi o portão metálico tremendo. Senti no meu pé por uns três ou quatro segundos", relata. Conforme diz, algumas pessoas saíram de suas casas assustadas quando o tremor aconteceu. Os distritos mais afetados foram Várzea da Conceição e Lajedo.
Ernandes ressalta que o tremor foi rápido e não deixou danos materiais no município. Segundo ele, algumas pessoas sentiram a mesa de casa tremer e se assutaram, mas não passou disso.
Abalo de 2,7 grausO blog Diário Centro-Sul entrou em contato com o técnico do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e professor do Departamento de Geofísica, Eduardo Menezes. Ele afirmou que o abalo sísmico deve ter tido origem em Orós e que foi percebido por moradores em um raio de cerca de 60km.
Ainda segundo Menezes, levantamento inicial indica que o tremor teve magnitude de 2,7 graus na escala Richter, de pequena intensidade e que na maioria dos casos não é percebido pelos moradores.
Foto falsa Após os relatos do tremor em municípios do Estado, uma foto de uma parede rachada, supostamente por conta do sismo, circulou em diversas redes sociais. A imagem, porém, era falsa, tendo em vista que mostrava a casa de um morador da Vila Guassussê, em Orós. Conforme diz, a rachadura já existia antes do tremor e não foi compartilhada por ele.
*** Informações com Diário do Nordeste
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

Meus seguidores