domingo, 23 de outubro de 2016

Como controlar as finanças e evitar o superendividamento

O agravamento da crise da crise econômica fez a procura pelos serviços do programa de apoio e ao núcleo de tratamento do superendividamento da Fundação Procon SP crescer 400% desde julho do ano passado.
Os superendividados são consumidores com prestações muitas vezes maiores que seus salários e que comprometem mais de 30% da renda, percentual considerado como o sinal vermelho do endividamento. Quem busca ajuda no núcleo são em sua maioria pessoas casadas, na faixa de 36 a 60 anos e que trazem no currículo curso superior
Seis em cada dez desses consumidores endividados são mulheres. “Não porque são mais descontroladas financeiramente, mas porque se sentem menos constrangidas em buscar ajuda. Há casos de homens que chegam até a porta e não entram”, diz Diógenes Donizete Silva, coordenador do PAS (Programa de Ajuda aos Superendividados). Um deles relatou aos técnicos que esteve quatro vezes no local, mas não conseguiu ir em frente porque se sentia muito envergonhado.
Para evitar constrangimento, o núcleo funciona em um endereço exclusivo para o serviço (Rua da Barra Funda, 1.032, em São Paulo). O endividado pode ir direto ao local agendar uma conversa ou fazer a renegociação pelo site do Procon-SP. Se optar pelo atendimento com o técnico, ao tocar a campainha, a pessoa é encaminhada para uma sala, onde conversará individualmente com um especialista.
Neste ano, 3.200 superendividados já procuraram pelo serviço, segundo levantamento feito até o dia 18 de outubro. A maioria está com nome sujo – ou seja negativado em órgãos de restrição ao crédito. Um quarto dos endividados é funcionário público, e os especialistas acreditam que isso se deve à oferta de crédito consignado a essa categoria profissional.
Entre as principais causas do endividamento dos participantes do programa do Procon estão: descontrole financeiro (41%), desemprego (19,5%), redução da renda (19%) e doença pessoal e familiar (8,5%).
*** Informações com Revista Veja
Acompanhe as notícias diariamente do Portal de Notícias Aconteceu Ipu pela rede social: #AconteceuIpu (Facebook da nossa redação). Entre em contato pelo whatsapp: (88) 9.9916-7711. Contrate também nosso Departamento de Marketing para cobertura de eventos pelo telefone: (88) 9.9600-1918

0 comentários:

SITES OFICIAIS E REFERÊNCIA

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SITES E PORTAIS DE NOTÍCIAS

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

RÁDIOS PARCEIRAS DO AI

Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket

SEBRAE - CEARÁ

Meus seguidores